Skip to main content

Como identificar faixa refletiva falsificada!

Talvez o nome pareça estranho, mas com certeza você já viu uma faixa refletiva em ação, seja na lateral dos caminhões, vans, ônibus e até caçambas, elas são utilizadas pelo seu poder de refletividade e tem o objetivo de sinalizar o objeto em que está fixado, evitando acidentes principalmente no período da noite que a visibilidade é quase nula.

Agora que você sabe de sua importância e como ela evita acidentes, vamos falar um pouco da qualidade do material utilizado. As faixa refletivas de alto desempenho são compostas de material refletivo prismático flexível, os prismas em sua composição tem poder de refletância e garantem que a luz do farol volte para os olhos do motorista, garantindo que ele veja com clareza a faixa sinalizada.

Sabendo como o material funciona, vamos explicar como identificar uma faixa refletiva falsificada, para os olhos de alguém experiente no ramo pode ser observado logo de cara, pois são diversas características apresentadas no material de baixa qualidade, vamos lá:

faixa-refletiva-original-x-falsa-300x129

  1.  A cor que não é preenchida pela tinta vermelha deve apresentar cor metalizada. Caso a faixa apresente coloração extremamente branca, há grandes chances do material ser falsificado.
  2. A faixas falsificadas geralmente não possuem natureza flexível e pode-se notar que a após a dobra elas são marcadas e continuam com uma marca de quebra. No caso da original elas podem apresentar uma leve marca, mas nunca irão apresentar sinais de “quebra”.
  3. No caso da marca Avery Dennison, a faixa refletiva de baixa qualidade apresenta em seu verso cor branca, sendo notado facilmente a diferença entre a original e falsificada.
  4. Linhagem dos prismas, as faixas originais e aprovadas pelo DENATRAN devem possuir alto poder de refletância, sendo assim, geralmente são compostas por películas tipo X da ABNT, sendo quadrados bem definidos e agrupados, no caso das falsificadas, são compostas por quadrados abertos e geométricos.
  5. Tamanho e tipo da escrita. Nota-se que a faixa de origem falsificada possui letras mais finas e tamanho maior que a original.

Com essas dicas já possível saber se sua faixa é de procedência ou não, lembrando que o material é utilizado para sinalização viária e uma faixa de alta qualidade pode evitar acidentes e até salvar vidas!

Captura-de-Tela-2019-10-16-às-14.40.42
Entre em contato com a gente